E aí, vamos legalizar a pedofilia?

E aí, vamos legalizar a pedofilia?


E aí, vamos legalizar a pedofilia ou vamos combater esse movimento que quer destruir nossas crianças?

[caption id="attachment_1705" align="aligncenter" width="720"] “Artista” nu de mãos dadas com crianças que o tocam durante o “espetáculo”[/caption]

Por Thiago Schadeck

Claro que esse título soa mal. Você deve ter sentido repulsa ao lê-lo e talvez só tenha entrado aqui para me xingar. Pode até fazer isso, fique à vontade, mas antes leia o texto todo. Duvido que você não entrar na luta ao meu lado. O da defesa das crianças e sua inocência!

Como já venho alertando por aqui há algum tempo, a esquerda quer legalizar a pedofilia a qualquer custo. Como o Brasil percebeu o que o PT fez e quais eram os ideais políticos dessa turma, ficou mais difícil de eles cobseguirem impor sua agenda maldita por aqui. Os “especialistas” dizem que os brasileiros vivem uma onda conservadora, porque se revoltam com essas coisas. Não acreitamos e nem aceitaremos que a escola distribua cartilhas com imagens de sexo explícito, seja hétero ou homossexual. Não aceitaremos o ensino da identidade de gênero. Não vamos tolerar professores ensinando que o socialismo e as ditaduras de esquerda são o melhor caminho, pregando a liberação das drogas e incentivando seu uso medicinal. Apoiando o aborto indiscriminado, o feminismo radical, a guerra de classes e cores. Não aceitaremos. Somos, sim, conservadores!

Há poucas semanas veio à tona a polêmica sobre a exposição “Queer Museu”, em Porto Alegre, patrocinada pelo Banco Santander e com incentivo da Lei Rouanet. Uma exposição que apoiava a pedofilia, zoofilia, homossexualidade, zombava da fé cristã e por força dos “conservadores” capitalistas que dão lucro ao banco ela foi cancelada. As pessoas que tem conta, e consequentemente sustentam o banco, ameaçaram trabsferi-las com os investimentos para outra instituição financeira e o Santander se viu obrigado a vir a público e assumir o erro. Com certeza não o repetirão tão cedo. Agora o Museu de Arte Moderna (MAM) em São Paulo apresentou a performance La Bête, do pseudo artista Wagner Schwartz em que ele se deita completamente nu no palco e é manipulado pelo público. O problema é que entre as pessoas que o manipulam está uma criança, uma menina de cerca de quatro anos de idade. Exatamente isso que você leu, a menina de quatro anos é incentivada a tocar um homem nu, sob a desculpa de que isso é arte e todos deveriam entender que a criança não pode ser privada de conhecer o corpo humano.

O fato é que de forma cada vez menos sutil estão tentando colocar nossas crianças em contato com o sexo e o adulto nu. As crianças estão cada vez mais erotizadas, principalmente as meninas. Nossas crianças são incentivadas a ser adultos cada vez mais cedo, não vivem mais a doçura da infância porque cada vez mais estão ocupadas com assuntos que não são pertinentes à sua idade.

Você vai ficar de braços cruzados vendo tudo isso acontecer de baixo do seu nariz? Se não lutarmos hoje, amanhã pode ser tarde demais e a pedofilia pode ser uma prática não só permita como também incentivada. Nossos filhos estão em risco. Reajamos urgente!

Comentários no Facebook