Mês: novembro 2011

Dia do Evangélico, vale comemorar?

Dia do Evangélico, vale comemorar?

Por: Thiago Schadeck

A paz do Senhor Jesus Cristo!

Hoje foi extremamente comemorado o “Dia do Evangélico” no Twitter, mas minha pergunta é: temos motivos verdadeiros para comemorar?

Será que atingimos de verdade a marca de 50 milhões de evangélicos no Brasil, ou será que boa parte disso se dá ao fato de muitas pessoas se simpatizarem apenas com a pregação evangélica, que em muitas vezes é mais parecida com uma palestra de auto-ajuda, recheada de misticismo e com o foco no homem. Muitos buscam um conforto para seus problemas, mas querem o consolo e não o Consolador (o Espírito Santo de Deus), querem a bênção, mas não o Deus Abençoador.

Muitos dizem que se há crescimento é porque Deus está aprovando. Se for assim, Deus deve estar muito satisfeito com os mulçumanos, pois eles são a religião que mais cresce no mundo. Seguindo nessa linha, Alan Kardec deve estar no seio de Abraão numa hora dessas, pois conheço centenas de Kardecistas e que pensam que estão seguindo a verdade.

Podemos dividir as igrejas brasileiras em dois tipos: as que levam a Palavra de Deus à sério e as que o homem tem que aparecer mais que Deus. Vejamos abaixo:

As igrejas que levam a Palavra de Deus à sério:

São as igrejas onde a Palavra tem um tempo adequado e quando o pregador (e não preletor, porque não se trata de uma palestra) pega o microfone, ele tem a consciência de que o Espírito Santo quem fala e não o homem (Marcos 13:11), lembra-se que é apenas um servo inútil, que faz apenas aquilo que o seu Senhor manda (Lucas 17:10), sabe que a mensagem a ser transmitida à igreja deve ter Cristo crucificado como centro, pois esse é o poder de Deus para nós (1 Coríntios 1:22).

Nas igrejas sérias estão os verdadeiros homens de Deus, aqueles que não querem aparecer, mas diminuem a cada dia para Cristo aparecer (João 3:30), os homens de Deus não deixam com que novos evangelhos ocupem espaço em seus púlpitos, ainda que o “pregador” diga que esse evangélho foi revelado por um anjo (Gálatas 1:8). Se a igreja é séria, o que menos importa são os títulos, pois eles servem apenas para que haja uma organização e não para serem ostentados e utilizados para dar “crachazadas” por ai.

Podemos reconhecer uma igreja como séria, onde tem obreiros (em todos os níveis) que não tem do que se envergonhar, ou seja, que tem bom testemunho e que manejam bem a Palavra da Verdade (2 Timóteo 2:15), onde os membros são incentivados a ler a Bíblia e conferir se o que foi pregado realmente é verdade (Atos 17:11). Se uma igreja tiver essas caracteristicas, provavelmente será chamada de antiquada, antiga, tradicional, fria e muitos outros adjetivos mais pejorativos.

Quando a igreja faz a vontade de Deus, o crescimento tende a ser mais demorado, porém os membros são infinitamente mais maduros e não são levados de um lado para outro por qualquer vento de doutrina (Efésios 4:14), mas aptos para discernir os espíritos para saber se realmente é Deus quem está falando (1 João 4:1).

Nas igrejas sérias, as pessoas vivem como uma família (Efésios 2:19 e João 1:12), se importando e ajudando uns aos outros. Amando ao próximo como a nós mesmos (Mateus 22:39), o que significa que a dor e a alegria do meu irmão também são minhas, me alegro ou choro com ele (Romanos 12:15), sabendo que somos a igreja do Senhor (1 Coríntios 3:16) e devemos cultuar ao Senhor (24 horas por dia) com consciencia e sendo racionais (Romanos 12:1) e não se conformando com a realidade desse mundo, mas se renovando pela Palavra (Romanos 12:2), anunciando que o Nome de Jesus é o único que nos importa ser salvos (Atos 4:12).

Há muitas caracteristicas de igrejas verdadeiras, mas não serão elencadas agora, quem sabe vire um post mais pra frente.

Se você está em uma igreja que vive dessa forma, agradeça a Deus todos os dias, pois são poucas que ainda tem ousadia de ir na contra-mão do evangeliquez atual e não se importa se está agradando aos homens, mas dá importancia em agradar a Deus (Atos 4:1-31) e essas igrejas (não a instituição, mas a comunhão) agradam muito a Deus.

As igrejas que não levam a Palavra de Deus

Essas infelizmente (e pode acreditar que é com dor no coração que digo isso) se multiplicam como formigas e estão em evidência em todos os tipos de mídia. São igrejas onde o homem é o centro, ainda que isso seja camuflado. Nessas igrejas, o titulo de pastor é para “iniciantes”, pois todos querem ser apóstolos, patriarcas, embaixadores, conferencistas. O cargo define a espiritualidade da pessoa. São igrejas onde a “propaganda”não é a salvação e sim o que o “homem de Deus”pode fazer por você. Normalmente vem com uma listinha de “milagres feitos pelo cidadão, que vão de cura de caroços à emagrecimento instantâneo. Acredito que Deus é poderoso para operar os mesmos milagres que operou na bíblia, mas Ele faz quando quer e não quando nós queremos.

Nessas igrejas foi abolido o termo “suplicar”, pois isso é para crentes frios e sem fé. Nós temos que determinar, decretar, exigir e colocar Deus na parede, afinal de contas, Ele prometeu e promessa é dívida! Fazem de Deus um bonequinho, uma espécie de Papai Noel que tem que atender nossos caprichos e mimos, deixando totalmente de lado a soberania de Deus e colocando o foco em nós, os meros mortais necessitados de salvação.

Nessas igrejas a Bíblia é muito pouco usada, e quando a usam geralmente é para ler um único versículo e na maioria da vezes fora de conceito, porque o que vale mesmo são as frases de efeito do líder, ainda que elas cheguem a ser anti-bíblicas. O povo gosta disso, mostra sabedoria, autoridade, potencial em dar direção.

É extremamente proibido qualquer tipo de questionamento sobre as práticas extra-biblicas, pois quem o faz pode ser considerado um carnal que está fora da visão e passar a sofrer preconceitos. Tudo deve ser aceito sem qualquer crivo, afinal o líder teve a visão dada por Deus e todos devem seguí-lo, ainda que seja para o abismo!

Creio que há muitos que estão nessas igrejas por ignorância, por inda não terem conhecido o verdadeiro Cristianismo e que Deus irá despertá-los no momento certo, para que eles possam enxergar aquilo que está errado e alertar aos irmãos ainda cegos espiritualmente!

Já compartilhei da idéia de alguns que acreditam ser necessário uma nova reforma, mas hoje penso diferente. Não temos que dividir a igreja, como aconteceu entre protestantes e católicos, mas temos que colocar o que é pregado (em qualquer igreja) em prova com a Bíblia e mostrarmos que a igreja está indo contra o que a Bíblia diz, podemos ser mau vistos, mas com certeza o Senhor se agradará!

Façamos a diferença nesse mundo podre e cheio de maudade, vamos ser a luz e o sal, mostrando que ainda há um Caminho, que é Verdadeiro e traz a Vida (João 14:6)!

Minha oração é que os líderes dessas igrejas se arrependam do mal que estão fazendo ao Reino e voltem ao verdadeiro evangelho, que é a vontade de Deus!

Que Deus te abençoe e que você tenha sido edificado com esse texto!

Comente!!! Sua opinião (ainda que contrária à minha) é muito importante!

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos

Perguntas feitas ao diabo

Perguntas feitas ao diabo

A paz do Senhor!

Encontrei esse texto na internet e achei interessante compartilhar com vocês. Leiam e meditem, todas as respostas tem bases bíblicas e nos fazem pensar!

 

 

QUEM O CRIOU?
Lúcifer:
Fui criado pelo próprio Deus, bem antes da existência do homem. [Ezequiel 28:15]

COMO VOCÊ ERA QUANDO FOI CRIADO?
Lúcifer:
Vim à existência já na forma adulta e, como Adão, não tive infância. Eu era um símbolo de perfeição, cheio de sabedoria e formosura e minhas vestes foram preparadas com pedras preciosas. [Ezequiel 28:12,13]

 

ONDE VOCÊ MORAVA?
Lúcifer:
No Jardim do Éden e caminhava no brilho das pedras preciosas do monte Santo de Deus. [Ezequiel 28:13]

 

QUAL ERA SUA FUNÇÃO NO REINO DE DEUS?
Lúcifer:
Como querubim da guarda, ungido e estabelecido por Deus, minha função era guardar a Glória de Deus e conduzir os louvores dos anjos. Um terço deles estava sob o meu comando. [Ezequiel 28:14; Apocalipse 12:4]

 

ALGUMA COISA FALTAVA A VOCÊ?
Lúcifer:
(reflexivo, diminuiu o tom de voz) Não, nada. [Ezequiel 28:13]

 

O QUE ACONTECEU QUE O AFASTOU DA FUNÇÃO DE MAIOR HONRA QUE UM SER VIVO PODERIA TER?
Lúcifer:
Isso não aconteceu de repente. Um dia eu me vi nas pedras (como espelho) e percebi que sobrepujava os outros anjos (talvez não a Miguel ou Gabriel) em beleza, força e inteligência. Comecei então a pensar como seria ser adorado como deus e passei a desejar isto no meu coração. Do desejo passei para o planejamento, estudando como firmar o meu trono acima das estrelas de Deus e ser semelhante a Ele. Num determinado dia tentei realizar meu desejo, mas acabei expulso do Santo Monte de Deus. [Isaías 14:13,14; Ezequiel 28: 15-17]

 

O QUE DETONOU FINALMENTE A SUA REBELIÃO?
Lúcifer:
Quando percebi que Deus estava para criar alguém semelhante a Ele e, por conseqüência, superior a mim, não consegui aceitar o fato. Manifestei então os verdadeiros propósitos do meu coração. [Isaías 14:12-14]

 

O QUE ACONTECEU COM OS ANJOS QUE ESTAVAM SOB O SEU COMANDO?
Lúcifer:
Eles me seguiram e também foram expulsos. Formamos juntos o império das trevas. [Apocalipse 12:3,4]

 

COMO VOCÊ ENCARA O HOMEM?
Lúcifer:
(com raiva) Tenho ódio da raça humana e faço tudo para destruí-la, pois eu a invejo. Eu é que deveria ser semelhante a Deus. [1Pedro 5:8]

 

QUAIS SÃO SUAS ESTRATÉGIAS PARA DESTRUIR O HOMEM?
Lúcifer:
Meu objetivo maior é afastá-los de Deus. Eu estimulo a praticar o mal e confundo suas idéias com um mar de filosofias, pensamentos e religiões cheias de mentiras, misturadas com algumas verdades. Envio meus mensageiros travestidos, para confundir aqueles que querem buscar a Deus. Torno a mentira parecida com a verdade, induzindo o homem ao engano e a ficar longe de Deus, achando que está perto. E tem mais. Faço com que a mensagem de Jesus pareça uma tolice anacrônica, tento estimular o orgulho, a soberba, o egoísmo, a inimizade e o ódio dos homens. Trabalho arduamente com o meu séquito para enfraquecer as igrejas, lançando divisões, desânimo, críticas aos líderes, adultério, mágoas, friezas espirituais, avareza e falta de compromisso (ri às escaras). Tento destruir a vida dos pastores, principalmente com o sexo, ingratidão, falta de tempo para Deus e orgulho. [1Pedro 5:8; Tiago 4:7; Gálatas 5:19-21; 1 corintios 3:3; 2 Pedro 2:1; 2 Timóteo 3:1-8; Apocalipse 12:9]

 

E SOBRE O FUTURO?
Lúcifer:
(com o semblante de ódio) Eu sei que não posso vencer a Deus e me resta pouco tempo para ir ao lago de fogo, minha prisão eterna. Eu e meus anjos trabalharemos com afinco para levarmos o maior número possível de pessoas conosco. [Ezequiel 28:19; Judas 6; Apocalipse 20:10,15]

MEDITE NESSA MENSAGEM. VEJAM QUE FOI ELABORADA COM BASE NOS VERSÍCULOS BÍBLICOS, POR ISSO É UMA ILUSTRAÇÃO DA MAIS PURA VERDADE.

“Como diz o espírito santo: hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações.” HEBREUS 3:7,8

“Ninguém tem maior amor do que este: de dar a Sua vida em favor dos Seus amigos.” João 15:13

Fonte: http://www.idealdicas.com/11-perguntas-feitas-ao-diabo/

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos

Por que devo aprender a Biblia?

Por que devo aprender a Biblia?

Por Thiago Schadeck (@pregandoverdade)

Por que devemos aprender sobre a Bíblia, decorar seus textos e estudar um livro que foi escrito há tantos anos? Eu ir para a igreja e ouvir o eu me é pregado não se faz suficiente?

O apostolo Paulo elogiou aos bereanos, por se tratar de um povo que não aceitava a mensagem que a eles era pregada sem que antes fossem consultar na Bíblia e ver que realmente aquilo que Paulo lhes dizia fazia sentido e que principalmente condizia com o que a Palavra de Deus nos ensina.

Ora, estes foram mais nobres do que os que estavam em Tessalônica, porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim. (Atos 17:11)

Infelizmente, em nossos dias há pouquíssimos bereanos. Quase ninguém consulta se o que está sendo pregado realmente é a Palavra de Deus ou se é mais uma invencionice humana. Outro problema que ocorre também, é que os poucos que tem essa pratica extremamente saudável são chamados de contestadores, hereges, divisores, quando deveriam ser aplaudidos e respeitados, pois tem cuidado da sã doutrina (1 Timóteo 4:16)

O diabo conhece muito melhor a Bíblia que qualquer homem, afinal ele viu tudo acontecendo e acompanhou ela ser escrita, além de saber muito bem quem é o Deus a quem nós servimos, ele é uma testemunha ocular dos grandes feitos do Todo Poderoso.

E por conhecer muito bem a Bíblia, ele a usa contra nós, claro que com distorções e falsas interpretações, enganando assim a muitos que não tem conhecimento da Palavra Verdadeira, que é levado por qualquer vento de doutrina (Efésios 4:14).

Desde os tempos de Israel, o profeta Oséias já dizia que o povo do Senhor estava sendo destruído porque não tinha conhecimento (Oséias 4:6) e por isso eles seriam recusados pelo Senhor.

Mas quero usar exemplos em que o diabo usou a Palavra de Deus para enganar os homens e como ele é astuto (engana-se quem pensa que o diabo é burro) muitas vezes consegue, como aconteceu com Eva:

Ora, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o SENHOR Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim? E disse a mulher à serpente: Do fruto das árvores do jardim comeremos,

Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, disse Deus: Não comereis dele, nem nele tocareis para que não morrais.

Então a serpente disse à mulher: Certamente não morrereis.

Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal. (Genesis 3:1-5)

Esta é uma passagem extremamente conhecida e muito pregada em nossas igrejas, pois se quisermos explicar o que é o pecado, temos de começar por Adão e Eva, que introduziram o pecado no mundo.

Notem que a serpente (o próprio Satanás) usou meias verdades para atrair Eva ao erro, primeiro ele disse que Eva não morreria, de fato não mesmo! Não naquele momento, mas estava comendo um veneno que age bem lentamente. Por outro lado, sua morte espiritual foi instantânea!

Outra meia verdade na história é de que eles seriam como Deus, conhecedores do bem e do mal. Realmente passaram a conhecer o bem e o mal, mas tiveram a conseqüência mais trágica da historia da humanidade, perderam a amizade e o contato com Deus, que os visitava pessoalmente e condenaram toda a humanidade que viria após eles à perdição.

Outra historia bem parecida, mas com final totalmente diferente foi quando satanás tentou a Jesus, conforme Mateus 4:1-11

Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.

E, tendo jejuado quarenta dias e quarenta noites, depois teve fome;

E, chegando-se a ele o tentador, disse: Se tu és o Filho de Deus, manda que estas pedras se tornem em pães.

Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus.

Então o diabo o transportou à cidade santa, e colocou-o sobre o pináculo do templo,

E disse-lhe: Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces em alguma pedra.

Disse-lhe Jesus: Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus.

Novamente o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles.

E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.

Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás.

Então o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos, e o serviam.

Notem que o diabo usou somente a Bíblia para tentar Jesus, mas com a sabedoria e o conhecimento da Palavra do Senhor, Jesus soube responder a Satanás e repreende-lo conforme o Pai esperava.

Hoje em dia tem muitas pessoas dentro das igrejas que querem provar ao diabo que elas tem poder. Já entraram no joguinho do inimigo e estão fadadas a levar uma surra dele, pois com o poder de Deus não se brinca. Jesus, o Deus encarnado, não quis provar ao diabo que tinha poder, mas sujeitou-se a Deus, resistiu ao diabo e ele fugiu (Tiago 4:7). Temos de tomar este exemplo para nós.

Um cristão que não conhece a Bíblia não tem rumo conhecido, não sabe como agir em situações difíceis e tem uma fé fraca, pois não há como confiar 100% em algo que não conhecemos.

É extremamente importante lermos livros de autores que realmente tem vida com Deus, que nos edificam, lermos blogs que tem conteúdo para nos amadurecer na fé. Mas é INDISPENSÁVEL a leitura diária da Bíblia, sempre buscando entender o contexto e por que a passagem foi escrita.

Para finalizar, deixo um versículo que sintetiza tudo o que eu disse, 2 Pedro 3:18

Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém.

Que o Senhor te abençoe e te mostre a necessidade de conhecer a palavra Dele!

Por favor, COMENTE!!!

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos

Pregações vingativas e rancorosas.

Pregações vingativas e rancorosas.

A paz do Senhor!

Hoje vou deixar vocês com um post que não é meu, mas vai muiito de encontro aos meus pensamentos, foi escrito pelo Ricardo  @ricardobrunos do site Protestando de Novo

Olá varões irmãos, a paz do Senhor.

Sabe quando nas igrejas é ensinado o sentimento de vingança e a necessidade de mostrar ao outro que você é vitorioso e ele é um derrotado?

Ensinos de vingança e desejo de ver o outro derrotado, muitas vezes é ensinado em nossas igrejas, não deveriam ser, afinal não condiz com a conduta ensinada por cristo.

Mateus 7:12: Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas.

São bastante comuns pregações cheias de rancor e sentimento de vingança, ontem mesmo presenciei uma. Foi uma Benção.

As pregações cheias de rancor, ofensas, sentimento de vingança tem o maior sucesso no meio evangélico, a sua ênfase recai nas necessidades e na vitória do ser humano, Jesus ali é apenas o gênio da lâmpada que concede nossos desejos.

Tomou-se como “ponto de honra” a necessidade de retribuir-se o mal com o mal. O resultado é que a cada dia aumenta a violência em todos os setores.

Repetidos bordões de autoajuda e que contêm sentimento de vingança do tipo:

“Quem te viu passar na prova e não te ajudou, quando ver você na benção vão se arrepender; vai estar entre a platéia, e você no palco…” “tem sabor de mel, tem sabor de mel”

Observe o sentimento de vingança neste trecho da música.  “Orgulho”  ferido e prazer pelo fracasso do outro.

(Pv 24.17). “Quando cair o teu inimigo, não te alegres, e não se regozije o teu coração quando ele tropeçar”

Esse tipo de sentimento, vingativo e rancoroso só leva o cristão a querer mostrar aos outros que ele é vencedor, e os seus inimigos derrotados, não combina em nada com a conduta verdadeira ensinada por Cristo.

Ou seja, é como se o servo de Deus tivesse a necessidade de mostrar a todos que ele venceu, e que os seus inimigos são uns derrotados e fracassados. Isso, definitivamente, não combina com a vida cristã.

Romanos 12: 20-21

20  Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas de fogo sobre a sua cabeça.

21  Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.

Lamentavelmente essa prática tem sido frequente no meio cristão, guardamos sentimentos ruins, tornamo-nos cristãos rancorosos, indiferentes, insensíveis, intolerantes, “cheios de razão”.

Desencorajar a vingança não significa ser conivente com o mal.

Pelo contrário, mostra a necessidade de combatermos a maldade com razão e não com o ódio e a emoção que cegam e destroem.
Jesus disse que deveríamos ser prudentes como a serpente e mansos como as pombas. Neste ensinamento , o Senhor Jesus nos ensina a sermos sábios, pois se formos prudentes agiremos com cautela, previdência, em todos os nossos atos; com a mansidão, teremos respeito e amor, fazendo aos outros o que gostaríamos que nos fizessem.

E o perdão?

Esse nem se fala, o negócio agora é a vitória!

Porque perdoar o irmão se o errado é ele? Afinal estamos tão cheios de nós mesmos “somos donos da verdade”.

Se alegrar com sofrimento dos outros? Ter prazer com a vingança?

Onde está nossa compaixão?

Muitos de fato se alegrarão quando nos vir em momentos difíceis, mas nós como discípulos de Cristo e filhos de Deus, não devemos ter prazer na vingança, nós temos é que orar por aqueles que nos deseja o mau, esta atitude nos aproxima mais do amor de Deus.

Esquecemo-nos das palavras de Jesus, em Mateus 5: 43-47

43 Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo.

44 Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus;

45 Porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons, e a chuva desça sobre justos e injustos.

46 Pois, se amardes os que vos amam, que galardão tereis? Não fazem os publicanos também o mesmo?

47 E, se saudardes unicamente os vossos irmäos, que fazeis de mais? Näo fazem os publicanos também assim?

Pai que nós sejamos moldados pelo Senhor de acordo com sua santa e soberana vontade. Amém!

Paz em cristo, Ricardo bruno S.

 

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos

A Oração do Pai Nosso

A Oração do Pai Nosso

                                                                                  Por Thiago Schadeck

 

A paz do nosso Senhor e salvador Jesus Cristo!

 Neste post quero compartilhar com vocês uma oração que certamente todos conhecemos, mas que muitos de nós não a entendemos quando a oramos.

Explicarei versículo por versículo, para que todos nós quando formos fazer esta ou qualquer outra oração saibamos o Pai espera ouvir de nós, sei que é o Espírito Santo quem intercede por nós e nos ajuda em nossas orações (Romanos 8:26) e que muitas vezes não recebemos o que pedimos, porque não sabemos pedir e pedimos mal para gastar em nosso deleites (Tiago 4:3)

Em Mateus 6:9-13 temos o seguinte modelo de oração:

 

Portanto, vós orareis assim:

Jesus não nos manda orar o “Pai Nosso”, mas nos deixa esta oração como um modelo a ser seguido.

Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;

Todas as orações devem ser direcionadas EXCLUSIVAMENTE a Deus, e não ao diabo ou a demônios. A nossa oração deve ser uma adoração ao Pai, declarando que Ele é Santo, que Ele é Todo Poderoso, que Ele é o Deus da nossa salvação e etc.


Venha o teu reino,
Vir o reino de Deus implica diretamente em meu reino ir embora, eu tenho que diminuir para ele crescer em mim (João 3:30).

Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;

Devemos suplicar a vontade do Senhor e não a nossa. Não podemos determinar nada, como fazem alguns que me dão a impressão de querer mandar em Deus. Temos de lembrar que a vontade de Deus é sempre boa, perfeita e agradável (Romanos 12:2)

 

O pão nosso de cada dia nos dá hoje

Isso significa provisão. Nós precisamos do sustento para o dia-a-dia, como acontecia com os israelitas no deserto que pegavam a porção de maná exata para o dia, e se sobrasse alguma coisa estragava. Temos que nos contentar com o que o Senhor nos dá e agradecer a Ele por ter nos sustentado.


E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;

O Senhor só nos perdoa se nós perdoarmos a quem nos faz mal. É extremamente importante que perdoemos nossos perseguidores. Caso contrário, o Senhor não nos perdoará. Existem centenas de pessoas nas igrejas que não conseguem ter paz, por não terem perdoado alguém que lhe fez mal e não consegue viver a liberdade que Cristo dá.


E não nos deixe cair em tentação; mas livra-nos do mal;

Devemos clamar pela misericórdia do Senhor, para nos livrar das astutas ciladas do inimigo de nossas almas. O Senhor não quer ninguém auto-suficiente o servindo, mas ele quer filhos dependentes de Sua proteção. Se não fora a misericórdia de Deus e o sangue de Jesus, o inimigo já teria nos destruído há muito tempo.

Porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre.

O Senhor é o Rei dos reis, o Senhor dos senhores, o Todo Poderoso, o criador de todas as coisas e governa tudo o que acontece em nossas vidas.

Ele é o único digno de ser glorificado. Não há outro que mereça sequer uma glória passageira, pois Ele é o Rei da glória.

 

Amém.

Assim seja!

Fique à vontade para comentar, indicar e reproduzir!

Que Deus te abençoe grandemente!

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos