Mês: junho 2010

Kaka x Juka Kfouri

Kaka x Juka Kfouri

Todos concordam que o Kaka (jogador do Real Madrid) não nega ser cristão em momento algum, ele sempre se assumiu evangélico e por conta disso acabou sendo sempre criticado. Cada vez que era citado o nome de Kaká como um dos melhores do mundo, como um do maiores salários da Europa (merecido, diga-se de passagem) logo vinha o comentario “e a Renascer ganhando milhões nas costas dele”. Infelizmente sempre que entra no assunto de dizimos e ofertas todos nós somos criticados, imaginem o Kaká que é uma figura pública e graças a Deus e por mérito dele tem um salário astronômico, onde os 10% do dizimo dele é muito mais que o salário de um ano de muitos pais de família.

Eu já ouvi de uma pessoa que trabalhava comigo que não gostava mais do Kaká porque ele deu o primeiro troféu dele de melhor do mundo para a Renascer. Lembro-me que na época eu estava desviado dos caminhos do Senhor, mas aleguei que o troféu dele e ele faz o que quiser, afinal é um prêmio individual. A resposta do meu amigo foi: “Ele faz o que quiser, mas dar pra igreja não, né?”. Em outras palavras, se ele quiser jogar no lixo que jogue, mas não de para o Deus que o capacita para fazer o que ele melhor sabe.

Seria engraçado se não fosse trágico, quando as pessoas dizem que ele é louco de dar 1 milhão para a igreja, mas não falam nada de jogadores que sustentam terreiros de macumba na Bahia. Pior ainda que quanso citam essas pessoas que mantém os terreiros dizem que uma ajudinha dos orixás não faz mal a ninguem. Nem sabem o mal que isso faz, enquanto o Kaká mostra ao mundo que o Senhor Jesus Cristo é o único Salvador, outros investem para obras de magia, feitiçaria e trabalhos para prejudicar outras pessoas. Advinha quem sai como o certo da história? Neste sistema que vivemos, que é dirigido e reinado por satanás, o Deus deste século, certamente ter um centro espírita é mais glorioso que ajudar a uma igreja.

Mas não devemos culpar 100% o Juca Kfouri, pois este preconceito com os “crentes” é culpa nossa mesmo, pois até bem pouco tempo atrás despresavamos os gentios, diziamos que só nós estávamos salvos e era bom eles se arrependerem logo senão iriam pro inferno, isso é verdade, mas é muito mais dificil de conseguir evangelizar uma pessoa. Certamente é mais fácil ganhar alguém falando do amor de Cristo, do sacrificio dele na cruz. Culpa nossa também por aceitarmos escandalos de pastores calados para não tocarmos nos “ungidos” de Deus. Aceitamos escandalos de dinheiros em Bíblias, cuecas, pastores que não tinham sequer uma bicicleta e de repente estão andando em carros luxuosos, que não condizem com o salário que suas igrejas o pagam.

Se nós tivessemos a coragem e a sabedoria de Martinho Lutero que não temeu acusar a venda de indulgencias, coisa que se repete de forma ainda mais descarada hoje. Pastores atrelando jejum com ofertas, atrelando oferta a salvação e assim por diante.

Ainda há igreas sérias que não se dobraram a Baal, igrejas comprometidas em pregar a verdade, então façamos como o Kaká, independente das circinstancias, das “pedradas”que vamos levar não vamos nos entregar e vamos falar que cremos no Senhor Jesus, não vamos ter vergonha de dizer que Jesus é o nosso Senhor e que estamos aqui na terra para servi-lo, se todos que se dizem cristão fizessem isso o Brasil teria muito mais pessoas realmente convertidas.

Para finalizar deixo uma frase do Senhor Jesus:

Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
  Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
  Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vósMateus 5: 10-12.”

Que Deus te abençoe e voltemos ao verdadeiro evangélho!!!

Gostaria de esclarecer que não esrou defendendo a Igreja Renascer em Cristo, apenas defendo as atitudes do Kaká, que é membro desta denominação. tenho sim minhas divergências com a Renascer, porém essas diferenças ficam no campo doutrinário e não vou ser leviano ao ponto de não defender o Kaká que na minha opinião está certo apenas por causa dessas diferenças entre pensamentos.

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos

O Evangelho dos nossos dias. Apostasia?!?!

O Evangelho dos nossos dias. Apostasia?!?!

Há muitos anos atrás, cerca de 2000, o Apostolo Paulo escreveu à seu filho na fé, Timóteo, um jovem pastor que estava sendo instruído por ninguém menos que um dos maiores doutores da lei que tinham à época, e o melhor, avia se convertido ao evangelho de Cristo.

“Mas o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrinas de demônios” 1 Timóteo 4:1

Como podemos ver, o apóstolo Paulo que havia sido instruído aos pés de Gamaliel, o maior professor de teologia, um dos maiores conhecedores do velho testamento de sua época, sabia que existiam os enganadores da fé, desde aqueles tempos. O que não é diferente em nossos dias. Paulo alertou que muitos apostatariam da fé, dariam ouvidos a um “outro” evangelho. Cada dia aumentam mais as seitas ditas evangélicas, muitos inventam “pontos de contato” com Deus e infelizmente muitos (mas muitos mesmo) vão caindo nessa vala.

Hoje nós temos infinidades de igrejas que se dizem as melhores, mas lamentavelmente nenhuma prega o verdadeiro evangelho do Senhor Jesus Cristo. Isto é um fato porque o Senhor Jesus sempre condenou essa “mania de grandeza” que temos hoje, o Senhor disse que quem quisesse ser o maior, seria o menor, seria servo de todos (Mateus  23:11)

Depois da expansão da teologia da prosperidade e a confissão positiva, a igreja evangélica brasileira, ou até mundial, entrou em parafuso e tem decaído a cada dia. Todos os dias vemos surgindo novos “ministérios” que tem mais slogans que lojas de dapartamento. Cada nova igreja quer mostrar que tem mais poder, mais “pessoas ungidas” na liderança. Por exemplo temos um “bispo” que era braço direito de um “apostolo” que tem no slogan de sua igreja que “a mão de Deus está aqui” saiu da referida igreja e logo abriu a sua própria igreja. Advinhem qual o slogan?  “A glória da segunda casa será maior que da primeira” como podemos ver, outra igreja querendo ser maior que todas, inclusive a que se desertou.

Eu fico muito feliz quando ouço uma pregação verdadeira e limpa, bibliocentrica, onde Cristo e a Cruz são os personagens principais do sermão. Mas também fico inversamente triste e até irritado quando ouço uma pregação baseada no EU. Onde pastores se auto-promovem como super herois.

Então se você prega, tenha uma coisa em mente que pregação é instruir as pessoas com base na Bíblia. As Santas Escrituras são ricas e infindáveis em temas para pregarmos, elas se interpretam, portanto não precisamos de novas revelações.

Que Deus te abençoe.

Por favor, comente a vontade.

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos