Mês: Março 2010

Ide..

Ide..

“Ide por todo o mundo e pregai o EVANGELHO a toda criatura” (Marcos 16:17)
Depois de ressuscitar, o Senhor Jesus apareceu aos discípulos para orientá-los de como proceder após a sua ascensão ao céu. Notem que o Senhor nos ordenou a pregar o EVANGELHO e não placas de igrejas ou pastores. Hoje em dia os testemunhos não são mais de antes e depois de conhecer a Cristo, mas sim antes e depois da igreja. Eu trabalho o dia todo ouvindo rádio no meu celular, e por ter várias estações gravadas sempre acabo ouvindo pataquadas que nem dá pra acreditar que são realmente pastores que estão falando. Com essa moda de “apóstolos” os outros pastores depositam todo o poder da igreja no mover apostólico que está sobre o homem de Deus. Só faltam dizer: “Eu acho que Jesus estará no culto, mas se ele não estiver, com certeza o nosso apostolo estará”, estamos trocando caráter  por carisma, unção por talento, não queremos saber mais se o que o cidadão está pregando é bíblico ou herético, mas sim se o povo está dando “glória a Deus e aleluia”. Existe um pastor, que tem muito conhecimento da Bíblia, mas prega invencioníces inaceitáveis. Começando pelo sujeito ter sido intitulado “doutor em divindade”, se contarmos nas pregações dele, ouviremos mais vezes nomes de demônios que de Jesus e Deus. Em cada pregação há uma revelação de Deus (que estranhamente contradiz a Bíblia),por exemplo: Disse que Emanuel não significa “Deus conosco”, como diz a Bíblia, mas que Deus “revelou” especialmente a ele o significado “correto”: “Deus dentro do barro”. Ele disse que a palavra veio de uma composição de três palavras, duas inglesas e uma hebraica: In (dentro) + Man (homem) + El (Deus). Uma pessoa que diz isso merece crédito? Eu não dou o menor crédito, mas há igrejas que disputam a agenda desse pregador que infelizmente está no contesto de II Corintios 3:6 “a letra mata, mas o Espírito vivifica”.

Agora que já vimos o que não é o verdadeiro evangelho a ser pregado, vamos fazer o contrário, vamos ao evangelho genuíno e Cristocentrico.
“todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome (João 1:12)”

“Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dos mortos, será salvo” (Romanos 10:9)

Este é o verdadeiro evangelho, que Jesus Cristo é quem salva, que ele é o caminho, e a verdade, e a vida, como ele próprio declarou em João 14:6. A verdadeira pregação não deve ser triunfalista de exija, determine, coloque Deus na parede, mas sim de “sujeitai-vos pois a Deus…(Tiago 4:7)”.

O Próprio Senhor Jesus quando esteve aqui na terra afirmou que “o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir” (Mateus 20:28), se Jesus não quis ser servido pelo homem, quem é o homem para querer ser servido pelo Senhor?

Como o proféta Isaias escreveu, cerca de 3.000 anos atrás: “Vós tudo perverteis! Como se o oleiro fosse igual ao barro, e a obra dissesse do seu artífice: Não me fez, e o  vaso formado jdissesse do seu oleiro: Nada sabe (Isaías 29:16).” Qundo nóe determinamos a bênção, exigimos os nossos direitos de Deus e etc, estamos fazendo exatamente isso que o profeta Isaias escreveu.

Porque não pregamos que servimos a um Deus que se dispiu de sua glória para nos salvar, conforme o Apostolo Paulo escreveu aos Filipenses, no capitulo 2, versículos 5-11.

“De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai.”

Se o Senhor Jesus foi sujeito a autoridade de Deus, quem somos nós para querermos fazer as coisas do nosso jeito.

Que Deus te abençõe!

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos

Existe “Maldição Hereditária?”

Existe “Maldição Hereditária?”

Meus irmãos, hoje em dia é muito normal nós ouvirmos falar em quebrar as maldições, em regressão para saber qual foi o nosso antepassado que pecou para que tenhamos hoje que usar óculos, câncer, alcoolismo e etc. Mas à luz da Bíblia nos diz a esse respeito? Em êxodo 20:4 – 6 diz: “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança do que há em cima no céu e nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas e nem as servirás: porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso que visito a maldade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração dos que me aborrecem e faço misericórdia em milhares aos que me amam e guardam os meus mandamentos” Temos que levar em conta o contexto, nós vemos que Deus visita a maldade e não amaldiçoa, por acaso teríamos que quebrar maldições lançadas por Deus? Na minha Bíblia diz que “Se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram, eis que tudo se fez novo”. Alguém pode dizer : mas como o pai e os quatro filhos podem ser alcólatras se não for um demônio que aflige toda a família? Eu posso dizer que isto é o exemplo, os filhos via de regra se espelham nos pais, se o pai bebe, ele não vê mal algum em beber, o problema é que aos poucos ele vicia, não precisa de demônio para alguém viciar em bebidas alcoólicas, a própria fórmula dela é feita para isso. Quanto a doenças eu mudaria o nome de maldição para genética. Isto quem for salvo poderá cobrar de Adão e Eva, pois foi à partir do pecado deles que passaram a existir as doenças. O profeta Ezequiel desmente essa doutrina que tem sido pregada. No capítulo 18, versículo 4 diz: “Eis que todas as almas são minhas; como a alma do pai, também a alma do filho é minha: a alma que pecar, essa morrerá”. Reparem que a alma que pecar ESSA morrerá, não é a alma das próximas gerações. No versículo 20, o profeta é ainda mais enfático: “A alma que pecar, essa morrerá: o filho não levará a maldade do pai, nem o pia a maldade do filho: a justiça do justo ficará sobre ele, a impiedade do ímpio ficará sobre ele”. Ninguém pagará pelo erro do outro e nem será recompensado pelo acerto do outro. Se fosse assim quando Paulo diz ao carcerereiro “Crê no Senhor Jesus e será salvo tu e e tua casa” (Atos 16:31) , teria de ser interpretado da seguinte forma: se algum parente meu foi um servo fiel do Senhor, eu não preciso fazer mais nada, posso viver de acordo com o mundo, posso viver dissolutamente, nem preciso me arrepender dos meus pecados. Mas todos sabemos que cada um dará conta de si. Os discípulos certa vez perguntaram para o Senhor Jesus :” Rabi, quem pecou este ou seus pais?”, mas o Senhor respondeu “Nem ele nem seus pais,;mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus”. Não foi por maldição que ele nasceu cego, mas sim para que as obras de Deus fossem manifestas. è muito importante nos apegarmos somente ao que a Palavra de Deus nos diz, pois em Deuteronônio 29:29 diz: “As cousas encobertas são para o Senhor nosso Deus, porém as reveladas são para nós”, se Deus não revelou na Bíblia, me desculpe, mas eu não acredito que Deus revelaria como os demônios agem. Além de que, Deus nunca orientou ninguém a se preocupar com eles, afinal, devemos adorar a Deus e o apostolo Pedro diz na sua segunda carta “Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando quem possa tragar” (II Pedro 5:8), notem que o diabo anda ao derredor, ao nosso redor estão os anjos do Senhor nos protegendo, não devemos nos preocupar com o diabo, devemos nos preocupar apenas em adorar a Deus, porque assim “Ele dará ordem aos anjos ao nosso respeito” (Salmos 91:11). Vamos ser como os bereanos, “que de bom grado recebiam a palavra, examinando todos os dias nas escrituras se estas coisas eram assim” (Atos 17:11) Quando ouvimos uma pregação devemos nos atentar às referencias bíblicas. Deus abençoe a todos!

Compartilhe com seus amigos Compartilhe com seus amigos